Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, apresentam:
O Menino e a Baleia - Personagem 02.png
Niamana - Personagem 07.png
Guajojo - personagem 12.png
Niamana - Personagem 04.png
O Menino e a Baleia - Personagem 05.png
Niamana - Personagem 06.png
Niamana - Personagem 02.png
O Menino e a Baleia - Personagem 06.png
O Menino e a Baleia - Personagem 04.png
Conheça o Espetáculo.png
Os Contos.png
Fotos.png
Ficha Técnica.png
Agenda.png
Titulo Contos Peregrinos sem Cordas.png
Assista Aqui_.png
Conheça o Espetáculo.png

Contos Peregrinos apresenta três histórias baseadas em contos populares de três diferentes países: “Guajojó, o Pássaro”, da Bolívia; “O Menino e a Baleia”, do Japão; e “Niamana, uma Menina Angolana”, de Angola. Estas histórias são trazidas e levadas por personagens em constante movimento, que perambulam pelo palco entrelaçando a narrativa com suas músicas, seus trajes, suas vivências e seus sonhos. O espetáculo coloca em cena tramas cheias de humor, lirismo e poesia, em que os personagens perambulam pelo palco, entrelaçam suas narrativas migrantes e trazem a possibilidade de conhecer histórias de povos que pareciam distantes.

 
O Menino e a Baleia 04 - Limpa.png
 
Os Contos.png

“Guajojó, o Pássaro”, Bolívia - história trágica de amor da filha de um cacique. Seu pai, contrário ao romance, acaba por matar seu pretendente por não o considerar digno. A descoberta do crime gera consequências inesperadas. 

 

“O Menino e a Baleia”, Japão - conto tradicional japonês que apresenta a história do pequeno Yukio, um menino que não entende por que seu pai caça baleias. Um dia ele tenta salvar sozinho uma baleia encalhada. Sua atitude vai movimentar a todos na aldeia de pescadores. 

 

“Niamana, uma menina angolana”, Angola - a lenda conta a História de Niamana, uma menina da tribo de Tchokwe, que vive às margens do rio Zambeze. Ela ajuda o feiticeiro Tahi a encontrar o "cestinho de adivinhação" o qual utilizava para curar os enfermos e prever o futuro dos aldeões.

Post Guajojó 03 - Limpa.png
Fotos.png
 

Texto e Direção: Milene Perez e Wanderley Piras

Atuação: Ricardo Dutra, Milene Perez, Wanderley Piras

Caixas cenográficas e Bonecos: Sergio Serrano

Cenografia: Wanderley Piras

Consultoria sobre migração internacional e refúgio: Wendy Villalobos

 

Direção de Produção: Wendy Villalobos

Direção Musical e Trilha Original: Ricardo Dutra

Costureira: Judite de Lima

 
Ficha Técnica.png

Edição de Vídeo do Espetáculo: Gabriel Bueno

 

Figurino: Milene Perez

 

Iluminação: Ricardo Silva

 

Máscaras: Thiago Paiva

 

Produção Audiovisual: Cigarra Filmes, Carina Barros, Julia Sprecher, Sábia da Flauta, Vicente Otávio e Vitor Campanario

 

Cenotécnica: Jorge Ferreira Silva, Lara Gutierrez, Deoclécio Alexandre

 

Produção Executiva: Gabriel Bueno

Niamana - Personagem 05.png
Niamana - Personagem 09.png
Guajojo - personagem 08.png
O Menino e a Baleia - Personagem 03.png
Niamana - Personagem 08.png
Guajojo - personagem 01.png
Niamana - Personagem 03.png
Guajojo - personagem 05.png
Agenda.png
 

Teatro Arthur Azevedo 

Dias 13 e 14 de novembro | Sábado e domingo, 16h

 

Teatro Paulo Eiró 

Dias 20 e 21 de novembro | Sábado e domingo, 16h

 

Teatro Alfredo Mesquita

Dias 27 e 28 de novembro  | Sábado e domingo, 16h

 

Casa de Cultura da Vila Guilherme

Dia 04 de dezembro | Sábado, 16h

Casa de Cultura Hip Hop Sul 

Dia 05 de dezembro | Domingo, 16h

 

Teatro Cacilda Becker 

Dias 11 e 12 de dezembro | Sábado e domingo, 16h

 

Casa de Cultura de Itaquera - Raul Seixas

Dias 18 de dezembro | Sábado, 15h

 

Casa de Cultura do Tremembé

Dia  19 de dezembro | Domingo, 15h

regua PROAC LAB GESP GovFed HORIZONTAL_cor.png